[cc-br] Licenças para software (era: Cadastro)

Thiago Skárnio skarnio at sarcastico.com.br
Sat May 24 18:56:46 EDT 2008


Obrigado pelas respostas, Hudson, João e demais listeiros!

A única questão que ficou pendente, pelo menos para mim, é seu comentário
"São raríssimas as licenças que são FreeSoftware mas não OpenSource".

O código aberto não é uma características fundamentais para que o Software
seja considerado Livre?

Sk


2008/5/21 Hudson Lacerda <hfml at brfree.com.br>:

> Thiago Skárnio escreveu:
> > Também vou tirar uma dúvida:
> >
> > Estou trabalhando no desenvolvimento de um sistema e estamos estudando a
> > possibilidade de abrir o seu código. Tornando-o Software Livre. Só que
> > estrategicamente as licenças CC parecem ser mais interessantes que a GPL,
> > principalmente do ponto de vista do desenvolvedor. Se gente abrir o
> código,
> > mas licenciar em CC, o sistema continuaria Software Livre, não?
> >
> > Quais as diferenças fundamentais entre uma licença GPL e uma CC?
>
> Olá Thiago,
>
> Para comparar licenças, você deve contrapô-las par a par, não dá pra
> comparar a GNU GPL com todas as licenças CC em conjunto. Considere
> também as licenças listadas pela OSI, e outras licenças da FSF.
>
> As licenças CC oferecem diversos graus de liberdade/restrição, à escolha
> do licenciante.
>
> Considero que a maioria das licenças CC são semi-livres, já que exigem
> dos licenciados certas restrições que não acho adequadas para a livre
> difusão. (De qualquer forma, a escolha da licença depende dos objetivos
> do licenciante.) Por exemplo, há licenças CC que proíbem uso comercial,
> e há licenças CC que proíbem a modificação (criação de obras derivadas).
> O último critério impede que o software seja alterado de acordo com
> interesses dos usuários, e o critério anterior pode inibir a ampla
> propagação da obra (por exemplo, restringe a venda de CDs contendo
> cópias do programa, mesmo sem intuito de lucro; pessoas/empresas podem
> decidir não redistribuir ou mesmo usar seu software por receio de riscos
> jurídicos da interpretação da expressão 'uso comercial'). Qualquer
> dessas restrições impossibilita uma obra de ser considerada Software
> Livre (pelos critérios da FSF) ou Open Source (pela OSI).
>
> Lembro ainda que a Licença Pública Geral do GNU foi escrita
> especialmente para licenciar software, e por isso é bastante precisa
> sobre questões específicas desse tipo de obra. O mesmo se aplica a
> várias licenças aprovadas pela OSI e/ou pela FSF. Licenças CC podem ser
> usadas para software, mas não abordam com precisão questões sobre fonte
> X binário, por exemplo.
>
> Para saber se os critérios se encaixam no conceito de software livre e
> de código aberto, veja:
> http://www.gnu.org/philosophy/free-sw.html
> http://opensource.org/docs/osd
>
> São raríssimas as licenças que são FreeSoftware mas não OpenSource ou
> vice-versa. Por isso, ambos os critérios da FSF e da OSI são amplamente
> aceitos como definidores do que é uma licença livre ou não. Se a licença
> que você escolher para seu software entrar em conflito com qualquer
> desses critérios, o software não será reconhecido como livre pela
> comunidade de desenvolvedores e usuários de FOSS (Free/Open Source
> Software).
>
> Vejo que o próprio sítio da CC indica as licenças listadas pela FSF e
> pela OSI como sugestões para licenciar software:
>
> http://creativecommons.org/software
> http://www.fsf.org/licensing/licenses/
> http://opensource.org/licenses/
>
> Hudson Lacerda
> _______________________________________________
> cc-br mailing list
> cc-br at lists.ibiblio.org
> http://lists.ibiblio.org/mailman/listinfo/cc-br
>
-------------- next part --------------
An HTML attachment was scrubbed...
URL: http://lists.ibiblio.org/pipermail/cc-br/attachments/20080524/67ad66eb/attachment.html 


More information about the cc-br mailing list